Linguagem Python: o que é e para que serve

Você se considera um apaixonado por programação ou tem interesse em conhecer mais sobre a área? Então, a porta de entrada desse universo repleto de oportunidades provavelmente será pela linguagem Python. Mas você sabe o que ela representa e como surgiu?

O Python é considerado a linguagem mais acessível, simples e completa da programação. E por isso ela tem tantos adeptos; seja por parte de quem programa; seja por parte de quem contrata. Afinal, o Python pode trazer inúmeros benefícios para empresas que lidam com análise de dados.

A programação em Python já foi vista como ultrapassada no passado, mas hoje é considerada a linguagem mais popular das redes – segundo dados da revista científica IEEE Spectrum. O Python vem ganhando cada vez mais espaço no mercado de tecnologia, e não à toa é utilizado por gigantes como Google, Facebook e Netflix.

Ficou interessado em conhecer mais sobre essa fascinante linguagem? Neste texto, separamos as principais características da área, as vantagens de se estudar Python e um panorama sobre as oportunidades no mercado de trabalho para quem deseja seguir carreira na profissão. Vamos nessa?

O que é e como surgiu a linguagem Python?

O Python é considerado uma linguagem de programação interpretada, isso é: assim como o Java, ele necessita de um programa interpretador para ser lido e executado. Seu objetivo é favorecer um código mais legível e acessível ao programador, e por isso ela é considerada uma linguagem simples e fácil de aprender. 

Quer outra boa notícia? Desenvolvida por meio de um código aberto, a linguagem Python pode ser utilizada por qualquer usuário. O download da plataforma é disponibilizado online de maneira gratuita no site oficial da ferramenta. 

Mas você sabe quando o Python surgiu na programação? Relativamente nova, a linguagem foi criada por Guido van Rossum em 1989, na Holanda, com o objetivo de produzir um código acessível e de fácil interpretação, que pudesse ser configurado de qualquer lugar. 

O Python é utilizado em ferramentas de Big Data e Inteligência Artificial, além de testes de aplicação e, principalmente, no desenvolvimento web. Com tantas funções, a linguagem se tornou acessível para diferentes fins – um dos motivos que a tornam tão popular no universo da tecnologia da informação.

A origem do nome vem da… comédia!

Muitos se perguntam se o nome da linguagem Python tem a ver com aquela famosa espécie de cobra, mas não é bem assim. Na verdade, a inspiração vem de uma série de televisão muito popular nos anos 90, e até hoje considerada um dos maiores shows humorísticos já produzidos. 

O criador da linguagem era um grande fã de Monty Python’s Flying Circus, série da BBC famosa por suas esquetes de comédia, que acabaram servindo de inspiração para tantos outros formatos que conhecemos hoje.

O que faz um desenvolvedor Python?

Por ser uma linguagem reconhecida em diversos ambientes, o Python é hoje utilizado por cada vez mais programadores mundo à fora. 

Esse profissional é, antes de tudo, parte do universo da TI, portanto já está acostumado a desenvolver sistemas de linguagem estruturados em bancos de dados – além de trabalhar a parte de soluções web. 

Mas além de já acompanhar programadores consolidados, o Python é visto como uma excelente porta de entrada para iniciantes da programação. Isso significa que, se você ainda se considera um navegador de primeira viagem, começar pelo Python trará excelentes perspectivas sobre qual futuro traçar a partir dessa etapa. 

A linguagem Python guiará você para inúmeras possibilidades no campo da tecnologia da informação. É importante que, ao longo do caminho, o profissional aprenda a dominar ao menos o básico de Data Science, para que possa lidar com diferentes estruturas de processos e análises de dados. 

Quando tratamos das funções do desenvolvedor Python, há uma grande variedade de atividades que o profissional pode desenvolver. São elas:

  • Programar, codificar e testar os projetos criados;

  • Administrar grandes bancos de dados;

  • Gerenciar servidores e apontar soluções,

  • Solucionar falhas em plataformas e sistemas.

 

Quais as vantagens de se estudar Python?

A essa altura do campeonato você já deve ter identificado algumas vantagens da linguagem Python, tanto para quem busca uma boa oportunidade de trabalho, como para empresas que buscam soluções para aprimorar seus bancos de dados. 

A demanda por profissionais qualificados é alta, o que por si só já surge como um excelente motivo para você estudar essa área. 

De maneira prática, podemos afirmar que aprender Python se tornou quase uma obrigação entre os programadores, e as vantagens são inúmeras. Confira a seguir por que é importante que você domine a linguagem no mercado de TI.

É relativamente fácil e simples

De linguagem interpretada, o que significa que pode ser executado em uma linha de comando, o Python pode ser dominado com apenas algumas noções de lógica de programação. Por isso, o desenvolvedor iniciante não encontra grandes dificuldades para pegar o ritmo dos conceitos e aplicabilidades dessa linha de códigos.

A quantidade de códigos utilizados também é menor que os mesmos feitos em Java ou C++. Com o Python, é possível desenvolver métodos simples para alterar padrões de linguagem, já que seu sistema permite a leitura de diversos algoritmos complexos. 

A plataforma possui uma sintaxe intuitiva, isso é: o programador não precisa abrir e fechar a chave de comando toda vez que uma nova função é definida. Além disso, o código se encerra toda vez que a linha é quebrada. Para programadores da área, isso significa uma boa mão na roda. 

Abre em qualquer plataforma

Outra facilidade que o desenvolvedor Python encontra é a possibilidade de executar operações em diferentes plataformas de processamento do mercado, como por exemplo o Windows, MAC, Linux, Solaris, Playstation etc. 

É possível ainda integrar diversos recursos de extensibilidade, como componentes de Java, Javascript e .NET. Isso significa que o programador passa a ter mais facilidade para desenvolver códigos para diferentes aplicações, como desktop, mobile e web.

Excelente para a realização de testes

Quem está acostumado a realizar testes de softwares sabe que essa pode ser uma atividade cansativa. Entretanto, tudo pode ser facilitado se você dominar as técnicas de Python, afinal essa é uma das funcionalidades mais valorizadas na plataforma, por meio da automação de testes.

Com uma base estrutural de testes integrada ao sistema, o Python permite ao desenvolvedor depurar a leitura e avaliação de testes de forma automatizada, por meio de módulos como o Selenium e o Splinter. Ele também suporta testes de multi-plataforma, por meio de ferramentas como o PyTest e Robot Framework.

Melhor amigo do Big Data e do Data Science

Por muitos anos, os cientistas de dados utilizaram a linguagem METALAB para realizar pesquisas científicas, o que acabava gerando enormes dores de cabeça. Com a invenção do Python, esse processo também ficou facilitado, por meio de bibliotecas intuitivas como o “Matplotlib” e “Seaborn”.

A linguagem Python também é comumente utilizada para o Big Data, que pode ser processado facilmente por meio da biblioteca “Pydoop”. 

Como é o mercado de trabalho para o programador Python?

Como você pode perceber, o Python surgiu para facilitar inúmeros processos de captação, análise e armazenamento de dados, se tornando um grande aliado do mercado. Foi-se o tempo em que apenas as empresas de tecnologia precisavam de profissionais para aprimorar seus campos tecnológicos.

Portanto, é seguro dizer que o Python é uma tendência mundial e figura entre as capacidades mais exigidas no mercado de trabalho. Grandes empresas e startups já se utilizam dessa tecnologia para montar uma base de clientes personalizados e facilitar o algoritmo das buscas digitais.

Cada vez mais protagonista para o mercado de análise, a linguagem Python vem ganhando espaço e oferece excelentes oportunidades de carreira. Portanto, se você busca por um emprego com grande potencial de crescimento, comece a investir em um curso de Python hoje mesmo. 

Quais as áreas de atuação do desenvolvedor Python?

Com um grande escopo de trabalho, o profissional da área pode desempenhar suas habilidades em uma vasta lista de mercados. São eles: 

  • Desenvolvimento web;

  • Frameworks para empresas;

  • Big Data e Data Science;

  • Internet das Coisas;

  • Inteligência artificial;

  • Machine learning;

  • Indústria de jogos;

  • Ciência de dados,

  • Testes web e mobile.

Qual é o salário da profissão?

O profissional que embarcar na carreira de desenvolvedor Python encontrará um mercado repleto de oportunidades. A demanda é grande e falta profissional qualificado, portanto a valorização também é alta. 

Mesmo um cargo de iniciante pode gerar salários iniciais de R$ 4 mil em média. Por ser uma área em constante desenvolvimento, os valores tendem a subir conforme o profissional vai adquirindo maior especialização.

Segundo dados do site Glassdoor, um desenvolvedor Python no Brasil ganha entre R$ 4 mil e R$ 10 mil, dependendo do cargo hierárquico que atua. 

Como você pode observar ao longo do texto, o programador de Python é um profissional que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado de tecnologia e inovação, mas também é importante para empresas de vendas, marketing e finanças. 

Se você se considera um apaixonado por números, estatística e, principalmente, programação, além de ser capaz de apresentar soluções e testar softwares, a linguagem Python será apenas o ponto de partida para uma carreira repleta de boas oportunidades. 


Está convencido de que um curso de Python é a oportunidade que você precisava para desenvolver suas habilidades de programação? Então acesse o link e saiba mais sobre: Curso de Python - Skill Lab.

NOSSOS CURSOS ESTÃO COM UM DESCONTÃO
Entre em contato com a nossa equipe agora mesmo